Tondela não aproveita deslizes de V. Setúbal e Portimonense

10/07/2020 11:35

Quando o CD Tondela entrou em campo, esta quinta-feira no jogo frente ao FC Porto, os auriverdes já tinham conhecimento das derrotas de Vitória de Setúbal e Portimonense. Uma ótima oportunidade para se distanciarem dos lugares de despromoção.

Mas do outro lado, os dragões motivados por estarem perto de alcançar o título nacional, entraram melhor e logo nos primeiros minutos Manafá e Marega levaram perigo à baliza defendida por Babacar Niasse.

O auriverdes ainda protagonizaram alguns lances perigosos no decorrer do primeiro tempo. Aos 14 minutos, Richard Rodrigues faz um cabeceamento cruzado que passou ao lado do porte esquerdo de Marchesín, e Jonanthan Toro aos 28 minutos fez a bola passar por cima da barra.

Já na segunda parte o FC Porto desbloqueou o resultado aos 47 minutos. Na sequência de um canto marcado por Alex Telles, Danilo cabeceou para o fundo das redes.

Ao minuto 64, Marega aumentou a vantagem da equipa azul e branca, num lance em que surge isolado na área do Tondela e atira para golo.

Os beirões ainda reduziram, depois do árbitro da partida assinalar grande penalidade, numa falta cometida por Uribe sobre Jonathan. Marchesín não conseguiu travar o remate de Ronan, que atirou para o único golo do Tondela.

Aos 77 minutos, Fábio Veríssimo, depois de analisar as imagens do VAR, assinalou o segundo castigo máximo do encontro, por considerar que Philipe Sampaio fez falta sobre Marega. Fábio Vieira aproveitou a oportunidade, e não falhou, colocando assim o resultado final da partida em 1-3.

Com esta derrota o Tondela mantém-se com três pontos acima da linha de água. Já o FC Porto deu mais um passo rumo à conquista do título estando, neste momento, com oito pontos de avanço sobre o SL Benfica.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *