Servir ao postigo é proibido ou não?

22/01/2021 10:07

O primeiro-ministro, António Costa anunciou, no inicio desta semana, a proibição “nos estabelecimentos de restauração e similares” da venda de “qualquer tipo de bebidas à porta ou ao postigo”, bem como do “consumo de refeições ou produtos à porta do estabelecimento ou na via pública”.

Segundo a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) esta comunicação terá gerado alguma confusão e levou “muitos estabelecimentos” a encerrarem “as suas portas, não ficando sequer a funcionar em regime de take-away”.

A AHRESP esclarece que “a disponibilização de refeições e a venda de alimentos embalados ao ‘postigo’, ou seja, à porta ou janela do estabelecimento, não está proibida. Apenas a venda de toda e qualquer bebida, nas quais se inclui café, águas, etc., ao ‘postigo’ ficou proibida”.

Os estabelecimentos de restauração e similares só podem funcionar em take-away ou entregas, e “podem fazê-lo para além das 20h00 durante a semana e para além das 13h00 aos fins-de-semana e feriados”, explicam na nota enviada às redações.

No caso do take-away está também proibida “a venda de qualquer tipo de bebidas, sendo igualmente proibido o consumo de refeições ou produtos à porta do estabelecimento ou nas suas imediações. Nas entregas ao domicílio não é permitido o fornecimento de bebidas alcoólicas a partir das 20h00”, esclarece a AHRESP.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *