Município de Viseu renova parceria com a Federação Portuguesa de Natação

11/11/2020 16:10

O Município de Viseu assumiu no ano passado a gestão direta do projeto da Escola Municipal de Natação, em parceria com a Federação Portuguesa de Natação, no âmbito do projeto “Portugal a Nadar”. “Obtivemos resultados acima do que era inicialmente expectável e os objetivos foram totalmente atingidos, pelo que aqui estamos para renovar esta parceria”, referiu António José Silva, Presidente da Federação Portuguesa de Natação, durante a assinatura do protocolo.

Proporcionar o ensino da natação para toda a população viseense e promover a modalidade junto dos mais jovens e dos cidadãos com necessidades especiais são, segundo o Município, os grandes objetivos do Programa de Desenvolvimento Desportivo assinado esta segunda-feira. “Trata-se de uma aposta ganha e os números do último ano, mesmo contando com o período da pandemia, mostram que as nossas piscinas continuaram a atrair a população”, afirmou António Almeida Henriques, Presidente da autarquia.

A Escola Municipal de Natação desenvolve, segundo o comunicado, dois importantes projetos: o “Viseu a Nadar”, direcionado à integração de grupos do concelho, tendo em vista a promoção do desenvolvimento da modalidade; e a Natação Adaptada, destinada a pessoas com necessidades especiais e entidades que atuam nesta área, com o objetivo de fomentar atividades inclusivas.

“Apesar da pandemia, as três grandes atividades da Escola Municipal de Natação movimentaram, na época que terminou no final de julho, perto de 1600 utentes por mês, em cerca de 200 horas semanais de atividade orientada,” refere a nota.

Saliente-se que, recentemente, a Federação Portuguesa de Natação distinguiu a instalação desportiva das Piscinas Municipais com o Selo de Qualidade “Portugal a Nadar Seguro”. O selo é aplicado aos espaços que reúnem as as condições necessárias de distanciamento físico em contexto social, de higiene e limpeza. As Piscinas Municipais de Viseu estão, também, certificadas no Programa Nacional de Desfibrilhação Automática Externa (DAE), pela Entidade do Instituto Nacional de Emergência Médica.

“Estamos agora a concluir uma intervenção que visa melhorar a eficiência energética das instalações, um esforço que estamos a fazer um pouco por todo o concelho”, adianta António Almeida Henriques, lembrando que, hoje, “são já mais de 12 mil os viseenses que praticam desporto regularmente com o apoio da autarquia”.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *