“Consultório Vizinho” é a quarta série do festival telefónico do Teatro Viriato

05/05/2020 16:43

O Teatro Viriato está a promover o Consultório Vizinho, que acontecerá este fim-de-semana, de 8 a 10 de maio. Este consultório é a quarta série do festival telefónico que, pela primeira vez, acontece também através de performances porta-a-porta, de bilhetes, cartas e na Zoom. “Os Artistas Associados do Teatro Viriato e um artista vizinho juntam-se para propôr reencontros, cantar à porta e ou à janela, assistir a pores do sol, partilhar palavras e até ensinar como cometer o crime exemplar entre vizinhos”, conta o Teatro Viriato.

Ao estilo one-woman-band, Ana Bento chega aos seus vizinhos da zona da Estrada Velha de Abraveses e das imediações do Teatro Viriato, em Viseu, com um concerto privado. A partir da rua, a artista está disponível para levar à porta e/ou à janela dos seus vizinhos músicas repletas de histórias.

Graeme Pulleyn e Rafaela Santos convocam os seus vizinhos para uma inusitada e diferente assembleia geral extraordinária de condóminos na Zoom. A distância social é assim assegurada entre vizinhos, que são convidados a embarcar numa performance que tem como ordem de trabalhos um novo plano de repovoamento de Portugal e a organização dos preparativos para as celebrações pós-covid.

Através do telefone, Leonor Barata ensaia versos com os vizinhos, incentivando a partilha de novas palavras que se possam tornar novas ações. Ao telefone completam-se frases e, através da poesia, inventam-se novos sentidos para aquilo que é dito.

Esta edição contempla também um serviço de consultadoria telefónica para matar o vizinho mais indesejado. Nuno Veiga não julga razões, apenas apresenta soluções para o planeamento, execução e ocultação de pistas e vestígios do seu homicídio exemplar. Como matar o seu vizinho é uma performance ficcionada que promete sobretudo matar com eficácia o mau humor.

Romulus Neagu apela a todos os vizinhos para que o ajudem a reavivar a memória do seu amigo bailarino Baryshnikov. O desafio passa por replicar movimentos coreográficos fundamentais para trazer a memória do que o corpo nunca esquece.

A atriz Sónia Barbosa partilhará a sua história e o pôr-do-sol com os seus vizinhos à distância de uma chamada, como se estivessem sentados, lado-a-lado, num banco de jardim.

Também ao telefone, o dramaturgo Fernando Giestas sugere uma peça de teatro que se centra no poder da partilha que este canal de comunicação permite entre duas pessoas. O que acontece quando duas pessoas desligam o telefone? O que fica por dizer?

No campo da literatura, Ricardo Fonseca Mota quer perceber o que nos separa dos nossos vizinhos, e a partir das respostas irá proporcionar encontros e quiçá trocas de limões.

As marcações para as diferentes performances devem ser feitas junto da bilheteira do Teatro Viriato, através do email bilheteira@teatroviriato.com ou do número 924 454 409 de segunda a domingo, entre as 13h00 e as 19h00.

PROGRAMAÇÃO DETALHADA:
16h00 às 18h00 | 15 min.
FESTIVAL TELEFÓNICO | MÚSICA
A GALINHA DA VIZINHA
de Abraveses para a cidade do (Teatro) Viriato
de e com Ana Bento, Artista Associada

16h00 às 18h00 | 15 min.
FESTIVAL TELEFÓNICO | TEATRO
CON – DOMÍNIO
de e com Graeme Pulleyn e Rafaela Santos, Artistas Associados

16h00 às 18h00 | 15 min.
FESTIVAL TELEFÓNICO | POESIA
CONTINUAR AOS SALTOS
de e com Leonor Barata, Artista Associada

16h00 às 18h00 | 15 min.
FESTIVAL TELEFÓNICO | PERFORMANCE
COMO MATAR O SEU VIZINHO
de e com NUNO VEIGA, Artista Associado

18h00 às 20h00 | 15 min.
FESTIVAL TELEFÓNICO | DANÇA
O HOMEM QUE DANÇAVA
De e com Romulus Neagu, Artista Associado do Teatro Viriato
a partir de Santarinho, Viseu

18h00 às 20h00 | 15 min.
FESTIVAL TELEFÓNICO | TEATRO
UM ENCONTRO NUM BANCO DE JARDIM
de e com Sónia Barbosa, Artista Associada
a partir da União de Freguesias de Viseu, antiga freguesia Coração de Jesus.

18h00 às 20h00 | 15 min.
FESTIVAL TELEFÓNICO | TEATRO
ÚLTIMA ESTRADA PARA DIZER
de e com Fernando Giestas, Artista Associado do Teatro Viriato
A partir de Canas de Senhorim

18h00 às 20h00 | 15 min.
FESTIVAL TELEFÓNICO | LITERATURA
ESTOU VIZINHO
de e com Ricardo Fonseca Mota
De Tábua para o planeta

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *