Carregal do Sal e Cinfães entre os 26 concelhos em risco de não desconfinar

05/04/2021 18:20

Vinte e seis concelhos estão acima do limiar de risco de incidência da Covid-19, o que coloca em risco o desconfinamento caso a situação se mantenha na próxima avaliação do Governo. Carregal do Sal e Cinfães fazem parte desta lista.

De acordo com o boletim da Direção-Geral de Saúde, estes concelhos registam um acumulado, nos últimos 14 dias, de mais de 120 casos por cada 100 mil habitantes, sete dos quais estão mesmo acima dos 240 novos casos por 100 mil habitantes.

A 11 de março, na apresentação do plano de desconfinamento, o primeiro-ministro, António Costa, avisou que as medidas da reabertura serão revistas sempre que Portugal ultrapasse os “120 novos casos por dia por 100 mil habitantes a 14 dias” ou sempre que o Rt – o número médio de casos secundários que resultam de um caso infetado pelo vírus – ultrapasse 1.

Segundo o boletim epidemiológico da DGS, o índice de transmissibilidade (Rt) do novo coronavírus em Portugal subiu hoje para 1 no continente, enquanto a incidência desceu para 60,9 casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias.

António Costa salientou que os especialistas ouvidos pelo Governo propuseram que, “se em duas avaliações sucessivas, os mesmos concelhos estiverem acima do limiar de risco, nesses concelhos não devem avançar as medidas de desconfinamento”.

O boletim de hoje revela que estão neste patamar acima dos 120 por 100 mil habitantes os concelhos de Alandroal (200), Albufeira (161), Lagoa (141), Machico (500), Portimão (308), Ribeira Brava (225), Ribeira de Pena (283), Rio Maior (334), Santa Cruz (183), Beja (134), Borba (134), Câmara de Lobos (154), Carregal do Sal (302), Marinha Grande (203), Moura (474). Soure (123), Cinfães (175), Figueira da Foz (121), Figueiró dos Vinhos (180), Funchal (137), Odemira (316), Penela (167), Ponta Delgada (178), Ponta do Sol (151), Vila do Bispo (213) e Vimioso (174).

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *