Antigo comandante dos bombeiros de Resende condenado a 12 anos de prisão por abuso sexual

08/07/2022 19:07

José Ângelo, de 52 anos, foi condenado pelo Tribunal de Viseu, na passada quinta-feira, 7 de julho, a 12 anos de prisão, depois de ter abusado de duas jovens menores deficientes.

Ex-comandante dos Bombeiros Voluntários de Resende, foi agora acusado de 83 crimes, dos quais 78 por abuso sexual de pessoa incapaz de resistência agravado, quatro por abuso sexual de pessoa incapaz de resistência e um por coação agravada na forma tentada.

O homem, que começou os ataques sexuais no ano letivo 2019/2020, conseguiu chegar às vítimas por estas frequentarem a escola onde também trabalhava enquanto funcionário, como coordenador de assistentes operacionais.

Uma das menores começou a ser vítima destes abusos sexuais quando tinha 14 anos, num total de cerca de 70 ataques, sendo coagida através da oferta de chocolates, barras de cereais e bolachas, que o arguido usava no sentido de assegurar o silêncio da jovem.

A segunda vítima, com uma incapacidade intelectual ligeira e mobilidade reduzida, foi abusada pelo menos três vezes, dede os seus 16 anos.

Segundo a acusação do Ministério Público, «o homem, aproveitando-se da disponibilidade de contactos que tinha com as estudantes que frequentavam o estabelecimento escolar, mormente as que padeciam de atrasos mentais, abusou delas na arrecadação, nas salas de aulas e até na garagem da sua casa».

A acusação acrescenta, ainda, que «o arguido tinha noção da idade das vítimas e que, por via dos défices cognitivos de que padeciam, estavam impedidas de exprimir a sua vontade em termos de sexualidade e de resistirem aos seus avanços».

Segundo o Diário de Viseu, os crimes de que é acusado são posteriores ao tempo em que liderou o comando dos Bombeiros Voluntários de Resende, estando agora proibido de exercer funções escolares durante quatro anos. A pena, depois de transitar em julgado, será cumprida no estabelecimento prisional de Lamego.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *