Viseu em alerta amarelo, proteja-se do calor!

05/07/2020 11:37

As temperaturas no distrito podem chegar hoje aos 35º e exposição consecutiva ao calor intenso pode produzir efeitos negativos na saúde. O impacto do calor intenso depende de vários fatores, tais como o local, a duração e a magnitude do período de calor, o comportamento da população e a resposta dos serviços de saúde. Os recém-nascidos, as crianças, os doentes crónicos, os doentes acamados e dependentes, e os idosos são particularmente vulneráveis. A exposição a altas temperaturas pode causar problemas de saúde como as cãibras, o esgotamento por calor e, a situação mais grave, o golpe de calor. Por isso, evite estar ao sol entre as 11h e as 17h, aplique protetor solar com fator > 30 a cada 2 horas e use chapéu e óculos escuros.

Mantenha o organismo hidratado, bebendo constantemente água, mesmo sem sede e evitando bebidas alcoólicas. Faça refeições leves, pouco condimentadas e mais frequentes. Os recém-nascidos, crianças, pessoas idosas e doentes não podem sentir sede.

Procure ambientes frescos, como locais à sombra ou climatizados. Em casa, evite que o calor entre, correndo as persianas ou as portadas e mantendo o ar a circular.

Utilize também roupas frescas e claras que cubram o rosto. Em casa, use menos roupa na cama, sobretudo, dos bebés e doentes acamados.

Em viagem, se o carro não tiver ar condicionado, não feche completamente as janelas. Leve sempre água consigo e, se possível, viaje de noite.

Mantenha-se atento aos avisos das Autoridades de Saúde, do Instituto do Mar e da Atmosfera e da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Em caso de necessidade de aconselhamento ou atendimento médico, ligue para a Linha de Saúde 24 (808 24 24 24) ou, em caso de emergência, para 112.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *