Tondela quer manutenção o quanto antes

16/09/2020 10:41

O Tondela mantém inalterado o objetivo de sempre, desde que chegou à I Liga de futebol, assegurar a manutenção no escalão maior da modalidade o quanto antes, para que a decisão não fique para a última jornada.

“Como atletas queremos melhorar em relação à época anterior, é o nosso objetivo. Nas duas últimas épocas a equipa salvou-se na última jornada, então o objetivo é não sofrer tanto”, admitiu o novo treinador do Tondela, que assinou em agosto.

As palavras são do espanhol Pako Ayestarán, sucessor do seu compatriota Natxo González, mas podiam ser de um qualquer jogador do plantel ou até mesmo do presidente da SAD do clube ‘beirão’, David Belenguer, que desde que comprou 80% das ações do clube, em novembro de 2018, que tem como objetivo ver o Tondela “a assegurar a manutenção o quanto antes”.

Desde que subiu à I Liga, em 2015, o Tondela “guardou” sempre para a última jornada a manutenção no escalão, com exceção para a época de 2017/18, ano em que ficou em 11º lugar no campeonato com 38 pontos, a pontuação mais alta nestes cinco anos entre os ‘grandes’.

“Desde que cheguei ao Tondela, estou a tentar que fique impregnado nas paredes dos balneários e nos jogadores que mudem para uma mentalidade ambiciosa e com qualidade. Uma mentalidade de vencedores. O que não quero, o que não posso consentir, é que antes de começar o jogo estejam já derrotados”, assegurou David Belenguer, no início do estágio de preparação para esta nova época 2020/21.

Com o sentido nesta “mentalidade ambiciosa”, o administrador da SAD foi buscar o seu antigo treinador no Extremadura, durante duas épocas, de 1998 a 2000, no qual David Belenguer esteve sob os comandos de Pako Ayestarán, antigo adjunto de Quique Flores no Benfica e que já coadjuvou Rafa Benitez.

E apesar de reconhecer que o orçamento para esta época não é superior ao da última temporada, até pelas contingências que a pandemia covid-19 provocou, David Belenguer, sem revelar números, prometeu que o Tondela “terá os reforços”, “dentro das possibilidades e da situação económica atual” do clube.

A dias de o campeonato da I liga de futebol arrancar, o novo técnico do Tondela conta com os ‘reforços’ Salvador Agra, Pedro Trigueira, Rafael Barbosa, Jaume Grau, Naoufel Khacef, Bebeto e Mario González.

Estas contratações visam colmatar as saídas de Cláudio Ramos, Xavier, João Reis, Philipe Sampaio, Diogo Silva, Moufi, Pité, Ricardo Valente, Petkovic, Vigário e Manu Sánchez.

O plantel tondelense para 2020/21 continua a contar com Babacar Niasse, Jota, Yohan Tavares, Ricardo Alves, Filipe Ferreira, Jaquité, João Mendes, Pedro Augusto, John Murillo, Tomislav Štrkalj e Ruben Fonseca, aos quais se juntaram Telmo Arcanjo e Tiago Almeida, dois ex-juniores do clube ‘beirão’.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *