Microsoft e GNR promoveram campanha “Juntos por uma internet mais segura”

04/03/2021 16:40

A Microsoft e a Guarda Nacional Republicana (GNR) criaram uma campanha de sensibilização para assinalar o Dia da Internet Segura, durante o mês de fevereiro. Foram realizadas 542 sessões com a participação de 1.252 escolas em todo o país, reunindo cerca de 133 mil pessoas.

Sob o mote “Juntos por uma internet mais segura” foram mais de 122 mil alunos e perto de 11 mil professores que assistiram às sessões online de sensibilização sobre a segurança digital e os cuidados a ter aquando da utilização da Internet.

“A participação de cerca de 133 mil participantes, alunos e professores, de 1.252 escolas nas sessões digitais são importantíssimas para passarmos a mensagem e alertar o público escolar para uma utilização segura e responsável da internet. Foram desenhados conteúdos digitais específicos com dicas a ter em consideração para garantir a privacidade online”, esclarece o Major Tiago Lopes da GNR.

As sessões de sensibilização decorreram através do Microsoft Teams. Os temas foram ao encontro do que mais preocupam professores e encarregados de educação face à exposição das crianças ao digital e online, nomeadamente boas práticas de segurança na internet, cyberbullying, vício na internet, ensino à distância e dinâmicas criminais online.

Sandra Martinho, Diretora de Educação e Filantropia da Microsoft Portugal afirma que “este ano, devido à relevância que o tema da segurança assume, porque nunca estivemos tão ligados quanto agora, a iniciativa decorreu não apenas num dia, mas durante quase todo o mês de fevereiro com sessões online. Elaborámos um programa, em conjunto com a Guarda Nacional Republicana, que nos permitiu dar resposta à colaboração online via Microsoft Teams com um número de participações, quer de alunos quer de professores, bastante significativo e importante na transformação digital que temos vindo a assistir desde o início da pandemia”.

A campanha de sensibilização juntou um total de 400 voluntários da Microsoft e da GNR que moderaram as sessões online.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *