Mais uma medalha de ouro para Portugal

07/03/2021 13:09

O português Pedro Pichardo conquistou hoje a medalha de ouro do triplo salto dos Campeonatos da Europa de atletismo em pista coberta, com a marca de 17,30 metros.

Pichardo é um dos cinco triplistas a nível mundial que já voaram para lá de 18 metros (18,08, que se mantém como o seu atual recorde pessoal e que foi conseguido em Havana). O atleta desertou de Cuba em abril de 2017 durante um estágio da seleção cubana em Estugarda (Alemanha). A notícia correu mundo assim como a contratação por parte do Benfica dias depois para o lugar deixado vago pelo recordista nacional Nélson Évora. A naturalização demorou apenas alguns meses ao abrigo de um inicial estatuto de refugiado. A 7 de dezembro Pichardo já era português, mas ainda teve de esperar quase ano e meio para competir com as cores nacionais em agosto de 2019 e com uma vitória no Europeu de Nações de atletismo, em Sandnes, na Noruega ao saltar 16.98. Nos mundiais ao ar livre desiludiu com um quarto lugar, agora vingado com o ouro europeu. A próxima missão dá pelo nome de Jogos Olímpicos Tóquio2021 no verão.

Esta é a segunda medalha de ouro para Portugal nestes Europeus de Atletismo de Pista Coberta, depois do ouro conquistado por Auriol Dongmo no lançamento do peso e a 25.ª em todas as edições dos campeonatos (14 de ouro, nove de prata e duas de bronze). É a segunda vez na história que o atletismo nacional arrecada dois ouros num europeu indoor, depois de Fernanda Ribeiro (3000m) e Carla Sacramento (1500m) em 1996. No que ao triplo salto masculino diz respeito, esta é a terceira vitória de sempre em Europeus de Pista Coberta nas últimas quatro edições, depois dos triunfos de Nelson Évora em 2015 (Praga) e em 2017 (Belgrado).

Fonte/foto: DN

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *