Cubo Mágico: Viseu com mais de 500 propostas para retoma económica e cultural

30/06/2020 12:24

De 21 de julho a 21 de setembro, o projeto do CUBO MÁGICO vai trazer novas propostas e alternativas seguras de verão a Viseu.

São mais de 500 as propostas ao longo de 63 dias que fazem o programa do Cubo Mágico, o evento que pretende dar uma nova dinâmica a Viseu nestes tempos de pandemia.

Trata-se de um vasto programa de eventos para animar a região depois do cancelamento da Feira de São Mateus devido à pandemia de covid-19, e com que a autarquia promete que vai dar vida a 18 locais com várias propostas para todos os públicos e idades, ao longo de dois meses e em pleno verão.

O presidente da Câmara, Almeida Henriques, apresentou esta segunda-feira (29 de junho) a programação da nova iniciativa, um programa, segundo o Presidente “ alternativo e seguro”, que tem como objetivo impulsionar a retoma da economia e ajudar o comércio, os restaurantes, os hotéis e as indústrias criativas nestes momentos difíceis para todos nós”, refere.

O Cubo Mágico vai incluir na sua programação alguns dos eventos que eram habituais na cidade de Viseu, como o Festival de Street Art, o festival de curtas-metragens ShortCutz, destacando-se ainda várias sessões de cinema drive-in no espaço da Feira semanal de Viseu.

Um reencontro com a Cultura da Cidade de Viriato, mas também com o comércio tradicional, gastronomia, património e natureza. A desconcentração geográfica das atividades, distribuição temporal alargada e microescala dos eventos de vocação familiar são os princípios que nos ajudarão a apresentar a todos uma alternativa segura. Refere o Municipio.

Há vários concertos também em agenda, com espetáculos que vão passar por espaços como o recinto da Feira de São Mateus, Centro Histórico, Parque Aquilino Ribeiro ou o Mercado 2 de Maio.

Na gastronomia, o Rossio volta a receber o “Viseu Estrela à Mesa” enquanto pelo Mercado 2 de Maio vai passar o Mercado das Enguias, estando ainda previstos diversos espaços de street food e provas de vinhos do Dão. O festival de comida saudável “Viseu Sabe Bem”, e o “Viseu Vegan Fest” vão também marcar presença no Parque Aquilino Ribeiro por onde haverá também um mercado de produtores locais.

Destaque ainda para a Rua Direita, que vai ganhar um novo centralismo nos próximos dois meses, com a reocupação de 15 lojas devolutas “mais a utilização de um conjunto de outras lojas para superfícies promocionais e de decoração”, anuncia Jorge Sobrado, vereador da Cultura e do Turismo no município.

O investimento público será de cerca de meio milhão de euros no “Cubo Mágico”, sendo que a Câmara de Viseu tem a perspetiva de vir a ter um apoio de 350 mil euros de fundos comunitários para este evento, acrescentou.

Face à epidemia da Covid-19, a Câmara de Viseu considera que este projeto é “uma boia de salvamento lançada à economia local”, ao mesmo tempo que permite, de forma “responsável”, organizar os fluxos de visitantes.

Comentários
  • Boa tarde, era uma excelente ideia darem oportunidade também aos artistas da terra. Como mágico profissional tenho realizado espetáculos de norte a sul do país e infelizmente na minha cidade nunca tenho oportunidade para promover a minha arte.

    Tiago Tomé 30 de Junho, 2020 19:55 Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *