Autarca afirma que foco de Carregal do Sal já está controlado

08/04/2021 18:41

Rogério Mota Abrantes, presidente da Câmara Municipal de Carregal do Sal, afirmou ontem à Agência Lusa, que o foco de Covid-19 incidente no município já está controlado. Este surto colocou o concelho entre os sete de maior incidência de Covid-19, mas o número de infetados já está a diminuir, afirma fonte.

O Presidente da Câmara afirma que o caso da autarquia foi diferente dos outros uma vez que, o foco foi originado pela infeção de uma funcionária de um lar que já se encontrava encerrado. A funcionária que fazia domicílios, rapidamente infetou as suas colegas e o concelho registou 29 casos a uma velocidade fulgurante.

Carregal do Sal é um dos municípios com maior incidência de Covid-19, e faz parte da lista de autarquias que, nos últimos 15 dias, registou mais de 240 casos por 100 mil habitantes.

Atualmente o autarca afirma que «felizmente, as coisas estão em sentido contrário. Vamos já com setes dias sem nenhum caso novo, temos 12 casos ativos, ou seja, dos 29 já recuperaram 17 e, felizmente também não há nenhuma situação em estado grave». Se o concelho continuar com esta evolução e não surgir nenhuma situação idêntica, Rogério Abrantes acredita que em mais uma semana, o concelho se encontrará numa «posição confortável, com quase nenhum caso», reconhecendo, no entanto, que o vírus «não avisa quando chega».

O presidente da Câmara de Carregal do Sal admitiu ainda que não vão ser tomadas medidas extras, sendo que, os números de infeções estão a diminuir no concelho. A feira semanal permanecerá encerrada por mais uma semana: «A feira já estava aberta para os verdes e, possivelmente vamos mantê-la assim mais uma semana. Agora temos de ver o que vai acontecendo e tomando medidas consoante a evolução dos casos», admitiu autarca.

Este esteve ontem em reunião com o Primeiro-Ministro, António Costa juntamente com os presidentes das câmaras de Alandroal, Moura, Odemira, Portimão, Ribeira de Pena e Rio Maior. No final da reunião António Costa afirmou que, nos municípios com maior incidência, será reforçada a fiscalização por parte das forças de segurança.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *