Residência artística “Ecos da Ida e do Retorno” com apresentação final este sábado

17/06/2023 09:30

A Binaural Nodar, em parceria com o Município de Vouzela, a Escola Profissional de Vouzela, a Confraria dos Gastrónomos de Lafões e o Cine Clube Viseu, apresenta um evento comunitário, artístico e gastronómico, resultado da residência artística Ecos da Ida e do Retorno, a qual decorre em Vouzela desde o dia 5 de junho e que é dedicada à temática dos processos migratórios e das suas implicações estéticas e sensoriais. A iniciativa acontece no Largo Moraes de Carvalho e Igreja de São Frei Gil, em Vouzela.

A partir das 17h30, os compositores e artistas sonoros uruguaios Lucía Chamorro e Ricardo Arbiza ativarão a sua instalação sonora interativa no Largo Moraes de Carvalho, que resulta de gravações de paisagens sonoras efetuadas no concelho de Vouzela e de entrevistas com antigos emigrantes portugueses e atuais imigrantes de África e do Brasil. A instalação sonora transformará também os sons da paisagem sonora do próprio evento e será transmitida em streaming para a rádio do Festival de arte sonora de Montevideu (Uruguai), Monteaudio (https://www.radiomonteaudio.org).

Às 18h00, a compositora e improvisadora argentina Silvia Angles apresentará na Igreja de São Frei Gil um concerto audiovisual (piano, voz, paisagens sonoras e vídeo) dedicado às memórias gastronómicas, tanto de Lafões como de várias diásporas: a de jovens sãotomenses em Vouzela, a da gastronomia venezuelana que integrou o património gastronómico da Ilha da Madeira e da própria artista, uma argentina descendente de emigrantes checos, catalães, italianos e suíços.

A partir das 18h45, o programa prossegue sob o signo da gastronomia, com um showcooking da Escola Profissional de Vouzela (EPV), aberto à comunidade, a ter lugar no Largo Moraes de Carvalho. O resultado gastronómico deste showcooking integrará o momento seguinte, uma partilha comunitária de sabores de vários lugares, Argentina, São Tomé e Príncipe e Vouzela, à qual todo o público está convidado a participar, sendo uma prova gratuita.

Enquanto decorre a prova gastronómica, haverá dois momentos de animação, representativos da diversidade cultural de Vouzela: um grupo de aluno(a)s de São Tomé e Príncipe que estudam na EPV exibirá algumas danças típicas do seu país e o Grupo de Cavaquinhos ‘Os Resistentes de Ventosa’ apresentará excertos do cancioneiro tradicional de terras de Lafões.

Após a prova gastronómica comunitária, a sessão continuará na Igreja de São Frei Gil com a apresentação de uma curta metragem experimental realizada pela artista finlandesa Riikka Haapasaari, uma reflexão sobre o tempo e a mudança, a partir de uma matéria tão presente na paisagem de Vouzela, o granito.

O programa termina com a exibição, em parceria com o Cine Clube de Viseu, de uma curta metragem que tem como pano de fundo uma aldeia lafonense: “António, lindo António” de Ana Maria Gomes, um documentário que procura saber as razões pelas quais o tio da realizadora, que partiu há 50 anos para o Brasil, nunca mais voltou à sua aldeia no concelho de São Pedro do Sul, para indignação da sua mãe e dos irmãos. Entre um Portugal tradicional e o Rio de Janeiro onde se instalou o tio António, um oceano de incompreensões e de omissões.

O evento terminará antes das 21h30, pelo que o público poderá posteriormente assistir ao desfile de moda Florir Vouzela 2023 organizado pelo Município de Vouzela, a ter lugar na Alameda D. Duarte de Almeida.

A Binaural Nodar é uma estrutura cultural apoiada pelo Governo Português – Cultura | Direção-Geral das Artes.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *