Instituto Piaget em Viseu assinala três décadas a 27 de outubro

24/10/2023 09:37

O Instituto Piaget em Viseu comemora este ano o seu 30.º aniversário e a celebração acontece esta sexta-feira, 27 de outubro. A passagem das três décadas de atividade ao serviço do ensino superior será assinalada com uma sessão solene, a realizar no Campus Universitário, com a presença de toda a comunidade académica, antigos estudantes e várias personalidades convidadas.

Entre os convidados destacam-se as presenças, já confirmadas, da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa; da secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Isabel Ferreira; do presidente da Câmara Municipal de Viseu e presidente da CIM Dão-Lafões, Fernando Ruas; do presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, Paulo Almeida; do presidente da Associação Empresarial da Região de Viseu, João Cotta; e do presidente da Associação Portuguesa de Ensino Superior Privado (APESP), António Almeida Dias.

Desde sempre ligado à cidade de Viseu, o Instituto Piaget abriu no Alto do Gaio, em Lordosa, em 1993. A inauguração oficial fez-se no dia 3 de dezembro, com a presença do saudoso Professor Manuel Ferreira Patrício, na qualidade de diretor do Departamento do Ensino Superior, e as aulas do primeiro curso (Matemática e Ciências da Natureza) começaram no mês seguinte.

«Quando olhamos para esta zona percebemos bem como o Instituto Piaget em Viseu tem sido um promotor fundamental da fixação, do desenvolvimento e da capacitação das pessoas», afirma o presidente do Campus, Paulo Alves, que lidera o polo universitário desde 2017. E acrescenta: «As celebrações dos 30 anos serão uma boa oportunidade para afirmarmos o nosso plano de desenvolvimento estratégico e o que fomos capazes de recuperar nos últimos anos, designadamente com o acréscimo do número de alunos e a criação de uma oferta formativa mais assertiva.»

Esta oferta vai hoje ao encontro daquilo que são as necessidades tanto da região como do país, em termos de empregabilidade, com áreas de formação (como Fisioterapia ou Enfermagem) com taxas de empregabilidade de 100% por cento; áreas que permitem uma formação integral (como a Psicologia); áreas de forte pendor social (como Gerontologia, Termalismo, Serviço Familiar e Comunitário, ou Exercício Físico e Bem-estar); e áreas emergentes com planos de estudo de qualidade (como Relações Internacionais).

Numa oferta que se encontra distribuída por licenciaturas, pós-graduações, mestrados e CTeSP (cursos técnicos superiores profissionais), a atividade diária no Campus de Viseu reparte-se por duas instituições: o ISEIT (Instituto Superior de Estudos Interculturais e Transdisciplinares) e a Escola Superior de Saúde Jean Piaget.

Fiel à sua matriz humanista e ecológica, o Instituto Piaget em Viseu propõe-se continuar a sua atividade aberto à dimensão universal (não esquecendo as ligações a todo o universo da lusofonia, nomeadamente às universidades Piaget no Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde e Guiné-Bissau) e empenhado no desenvolvimento do território. 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *