Governo recua: sacos de plástico transparentes não vão ser proibidos mas passam a ser pagos

31/05/2023 12:01

Amanhã, dia 1 de junho, entrava em vigor a lei que previa a proibição dos sacos de plástico transparentes, usados para a fruta, legumes, carne, peixe e pão. Por falta de opções biodegradáveis o Governo recuou na decisão, decidindo alterar a norma.

Poderá continuar a encontrar sacos de plástico muito leves perto dos produtos, mas estes vão passar a ser pagos, tal como acontece com os sacos de plástico desde 2015.

A medida vai afetar estabelecimentos como supermercados e frutarias, mas ainda não há qualquer previsão de data para a entrada em vigor da medida,
nem para o custo de cada saco.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *