CIMVDL abre concurso internacional para exploração do serviço de transporte de passageiros 

23/05/2023 17:42

A Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões (CIMVDL) tem a decorrer um concurso internacional para a exploração do serviço de transportes rodoviários de passageiros. O concurso, no valor aproximado de 50 milhões de euros, visa assegurar o serviço em todo o território, durante cinco anos.

A fim de garantir o conforto dos passageiros, do caderno de encargos consta a obrigatoriedade de ar condicionado e de internet WiFi gratuita nos autocarros, além de um sistema de GPS integrado, para que seja possível conectar os transportes a plataformas digitais, permitindo assim que o utente possa confirmar informações diversas, tal como o tempo de espera do próximo veículo. 

A CIM Viseu Dão Lafões propõe gerir todo o serviço público de transporte de passageiros no território através de um operador, em todas as linhas municipais (sem contar com a rede e serviços congestionadas pelo município de Viseu), intermunicipais e inter-regionais. Está ainda incluido a criação de dois novos circuitos urbanos, um em Mangualde e outro em Tondela.

Estima-se um total de 137 autocarros para a rede geral e dois para a rede urbana, renovando a frota com autocarros mais novos: transportes com menos de 16 anos na rede geral, e menos de oito anos para a rede urbana. 

A bilhética usará um sistema sem contacto, para maior facilidade de utilização por parte dos passageiros. Os passageiros poderão utilizar todos os autocarros ao longo do percurso para o qual tenham adquirido passe, sendo a bilhética e os tarifários únicos e integrados para toda a CIM Viseu Dão Lafões.

Os tarifários que serão aplicados têm cobertura anual, à exceção dos títulos escolares (que apenas se aplicam em época escolar), e não está previsto nenhum aumento desses tarifários em relação ao atualmente praticado.

Fernando Ruas, presidente da CIM Viseu Dão Lafões, sublinha que com «este concurso, queremos estimular o uso dos transportes públicos por parte dos habitantes da região Viseu Dão Lafões. Os pressupostos que integram o caderno de encargos asseguram que a frota vai ser mais amiga do ambiente, além de recente e confortável para o uso diário. A internet a bordo e o ar condicionado são mais-valias importantes, que seguramente irão atrair cidadãos de todas as idades para o serviço».

Nuno Martinho, secretário executivo da CIM Viseu Dão Lafões, complementa a ideia de Fernando Ruas explicando que «Este concurso representa uma verdadeira revolução na forma como os cidadãos de Viseu Dão Lafões vão olhar para o serviço público de transportes. O processo iniciou-se agora, mas acreditamos que em setembro teremos os resultados do concurso. Depois, haverá um período para a empresa vencedora se instalar no terreno, pelo que estamos confiantes de que no final deste ano ou, o mais tardar, no primeiro trimestre do próximo ano, os cidadãos possam usufruir deste novo serviço».

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *