ADRT Tondela organiza Encontro Inter-Regional de BTT com cerca de 300 jovens do centro-norte de Portugal

18/04/2024 15:48

O espaço envolvente ao Centro Social, Cultural, Desportivo, Recreativo do Carvalhal, em Tondela, vai receber no próximo domingo, 21 de abril, o Encontro Inter-Regional de Escolas de BTT – Zona A.

A iniciativa promovida pela Associação Desportiva Radical de Tondela, em parceria com a Associação de Ciclismo da Beira Alta, já tem as inscrições encerradas e contará com cerca de 300 jovens oriundos do centro-norte de Portugal.

A prova arranca às 10h00 e conta com as categorias Sub-7/Sub-9, Sub-11, Sub-13, Sub-15 F, Sub-15 M e Sub-17 Feminino.

As equipas que já confirmaram presença são o clube local (Clube de Ciclismo de Tondela – ADRT), Somamaratonas, BikeZone, Vasconha BTT Vouzela, DOMARSA/Santa Cruz/Bicicastro, Academia Ciclismo Águeda, Escola Ciclismo BilaBiker’s, Landeiro | KTM | Matias&Araújo, BTTábua/M Coutinho/Cardozugest, Montemuro Cycling/CB Castro Daire, CCDR Colmeal da Torre| Starmodular | Porta32, Azuribike Mangualde Team, Penafiel Bike Clube, Clube BTT Matosinhos, Escola Cantanhede Cycling/Orima/Duorep, Matos Mobility Escola Ciclismo E. Pinto, Escola Ciclismo Valpaços Aventura Bike, Academia de Ciclismo de Viseu, Sardanetas BTT/A.R. Grada, Batotas/Ponte de Lima, BTTGardunha/Fundão/CREATE, Estarreja Cycling, Póvoa Cycling Academy/CDC Novais, Escola de Ciclismo SAGIPER NSCP Mortágua e Guilhabreu MTB Team.

Em entrevista ao Viseu Now, Abel Almeida, da ADRT Tondela explica que o local da prova «é praticamente no centro de Tondela» e que se trata de um regresso ao «local de origem» do clube Tondelense.

«Nos últimos dois anos fizemos noutro local devido à Covid, que conseguíamos melhores condições nessas zonas para organizar a prova, no entanto, este ano voltamos ao formato original, até porque esta pista é mais adequada para a formação», considera.

Abel Almeida acrescenta que esta «é uma pista mais plana, mais rolante, que permite o desenvolvimento de outras valências nas idades da formação».

Além dos cerca de 300 atletas, são esperados entre 400 a 500 acompanhantes, entre pais e técnicos das equipas.

Abel Almeida finaliza dizendo que o local da prova tem «um formato espetacular» porque concerta num espaço muito curto, «o Padock, as duas destrezas e a linha de meta das provas de linha, o que «favorece o espetáculo».

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *